1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Trecho Leste do Rodoanel será aberto nesta sexta-feira

Caio do Valle - O Estado de S. Paulo

03 Julho 2014 | 20h 28

Operários trabalhavam nesta quinta-feira para resolver questões como sinalização horizontal e instalação de defensas e iluminação

SÃO PAULO - Operários corriam nesta quinta-feira, 3, para deixar a primeira parte do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas pronta para receber veículos, a partir desta sexta-feira, 4. Grandes extensões da via ainda não tinham sinalização horizontal, como faixas de rolamento ou demarcação de acostamento. Também havia pontos em que as defensas metálicas da lateral da pista não estavam instaladas. Outro problema era a poeira que invadia o asfalto em vários segmentos. Quase todos os postes de iluminação noturna estavam sem lâmpadas.

Apesar de tudo isso, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) participou de uma cerimônia pela manhã para inaugurar o Trecho Leste, sua principal promessa de campanha no setor rodoviário. Ele prometeu que os veículos já poderão circular pela estrada nesta sexta. Contudo, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), que regula as concessões de rodovias paulistas, não informou a hora de abertura para o público. Alckmin fica impedido de tomar parte de entrega de obras a partir deste sábado, 5, uma vez que concorrerá à reeleição.

O que se sabe é que às 8h desta sexta uma vistoria técnica será feita pelo órgão para avalizar a entrega do trecho de 37,7 km aos veículos. Por enquanto, não será cobrado o pedágio de R$ 2,10 nas quatro saídas onde estão instaladas as praças de arrecadação. No Rodoanel, a cobrança só é feita na hora da saída do veículo. O Trecho Leste funcionará inicialmente entre o Trecho Sul do Rodoanel e a Rodovia Ayrton Senna, por onde passarão 33,2 mil veículos por dia - 45% de caminhões. Ele só deverá estar completo, até a Rodovia Presidente Dutra, daqui a dois meses, quando terá 43,5 km de extensão.

De acordo com a diretora-geral da Artesp, Karla Bertocco Trindade, diversos aspectos precisam ser checados. “Vamos checar todos os call boxes (telefones fixos de emergência instalados ao longo do acostamento), toda a iluminação, todos esses itens, para aí autorizar a cobrança de pedágio.”

Questionada se o pedágio começará a ser praticado em uma semana, ela disse achar “difícil”. “Um mês, talvez. Uma semana não é possível.”

Sem celular. Uma deficiência encontrada no Trecho Leste do Rodoanel é a falta de sinal de telefonia celular. Problema semelhante ocorreu no Trecho Sul da rodovia quando ele foi entregue, em 2010. Karla explica que a Artesp se reuniu com as operadoras de celular para tentar acelerar a instalação de antenas ao longo do ramo leste. “Então, 84% do trecho está com cobertura de celular, pelo menos de uma operadora.”

Como os telefones fixos de emergência ainda estarão desligados nas primeiras semanas de funcionamento do Trecho Leste, o governo promete fiscalizações rotineiras da Polícia Rodoviária Estadual para garantir a segurança dos usuários. “Da Ayrton Senna para cá tem uma base da polícia, 24 horas aqui. A rodovia vai ser policiada, isso faz parte desse trabalho”, disse Alckmin.

O governador explicou ainda que a obra está 114 dias atrasada e a concessionária responsável foi multada em R$ 471 mil por dia. A SPMar disse que interferências não programadas impediram o cumprimento do cronograma. Alckmin também disse na cerimônia que o Trecho Norte da rodovia será entregue no primeiro semestre de 2016, finalizando os 176 km do Rodoanel.