Traficantes foram vistos rondando abrigo em São Paulo

Segundo a Polícia Federal, traficantes de pessoas foram vistos espreitando o abrigo onde Virgile está alojado em São Paulo.

O Estado de S.Paulo

10 Julho 2012 | 03h01

O juiz federal Ali Mazloum determinou a mudança de identidade do adolescente. "Ele (Virgile) ingressou na adolescência longe de seus familiares. Não possui documento de identidade. Vem sendo duplamente punido, vítima dos graves delitos e vítima da burocracia estatal, que impede seu traslado para junto de familiares por falta de documentos hábeis."

Mazloum mandou expedir ofício ao Ministério da Justiça "para que promova, no prazo de 10 dias", a emissão de certificado provisório de naturalização - o documento valerá como prova de nacionalidade brasileira até dois anos depois de atingida a maioridade, "quando caberá a Virgile confirmar expressamente a intenção de continuar brasileiro, nos termos do artigo 115 do Estatuto do Estrangeiro".

O juiz considera que Virgile deve receber uma identidade para poder ir encontrar sua família na Guiana Francesa. "A situação é bastante interessante do ponto de vista jurídico, em face da lacuna existente a respeito", diz. / F.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.