TJ reduz pena e Lindemberg deve ficar só mais 8 anos preso por matar a ex Eloá

Por unanimidade, desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo acataram a apelação da defesa de Lindemberg Alves, de 26 anos, e reduziram sua pena de 98 anos e 10 meses para 39 anos e 3 meses de prisão. Ele foi condenado no ano passado por assassinar a ex-namorada Eloá Pimentel, de 15, e ainda tentar matar a amiga dela, Nayara Rodrigues, de 15, e um policial militar. Os crimes ocorreram em outubro de 2008, durante cárcere privado que durou cem horas no apartamento onde Eloá morava com a família, em Santo André, no ABC. Com a redução, Lindemberg deve cumprir mais 8 anos de prisão até poder reivindicar progressão de pena para o regime semiaberto.

O Estado de S.Paulo

05 Junho 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.