1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Tirar 2ª via de RG no Poupatempo já leva mais de 15 dias

Bruno Tavares - O Estado de S.Paulo

11 Fevereiro 2011 | 00h 00

Quando postos começaram a expedir documento, em 1997, prazo era de 24 horas; agora, teste de paciência começa no agendamento

Depois do passaporte, agora é a emissão de RGs que apresenta problemas em São Paulo. Em alguns postos do Poupatempo na capital, como o da Sé e o da Luz, no centro, a espera entre o agendamento e a retirada do documento chega a passar de 15 dias. O Poupatempo atribui a demora ao excesso de demanda, habitual no período de férias escolares.

 

Veja também:

linkCidadão poderá agendar atendimento na internet

linkMaria tenta fazer novo documento há dois meses

Desde agosto, os postos em São Paulo, Santos, São Bernardo do Campo, Osasco e Guarulhos só recebem pedidos de emissão de RG com data e horário marcados. Embora algumas unidades disponibilizem guichês para o agendamento, a maior parte das solicitações é feita pelo Disque Poupatempo.

Mas, em vez de facilitar, esse canal de atendimento tem imposto dificuldades adicionais para quem busca o RG. Entre segunda-feira e ontem, o Estado telefonou sete vezes para o Disque Poupatempo, em diferentes horários, em busca de informações sobre datas disponíveis para dar entrada no pedido de segunda via do documento. Em nenhuma das tentativas a reportagem conseguiu falar com um atendente sem ter de aguardar ao menos 15 minutos. Em uma das ligações, a espera chegou a 33 minutos.

Ontem, segundo atendentes consultados pelo Disque Poupatempo, as datas mais próximas disponíveis eram nos postos de Santo Amaro (para o dia 15) e da Luz (para o dia 16). O Poupatempo Sé, o mais movimentado da cidade, só tinha horário na manhã do dia 18 e o Itaquera, apenas no dia 23.

Entre os usuários, o sistema de agendamento pelo telefone divide opiniões. "Acho oito dias de espera muito tempo. Não aliviou em nada", disse a dona de casa Romena de Santana, de 39 anos, que na terça-feira à tarde levou a filha Yasmin, de 5, para tirar o primeiro RG no Poupatempo Sé. Já o economista Daniel de Godoy, de 36, aprovou a mudança. "Antes a pessoa ficava na fila de três a quatro horas. Agora marca horário e chega com 15 minutos de antecedência."

Confecção. Além da demora para conseguir agendamento, o prazo para confecção do RG também está maior que o normal. Hoje, o prazo de emissão da segunda via é de até três dias úteis. Em 1997, quando o documento começou a ser expedido pelos postos do Poupatempo, o RG ficava pronto no mesmo dia ou em até 24 horas.

Só a emissão de primeira via do RG de menores de idade ainda é feito nesse prazo.

A espera mais longa tem sido para maiores de idade que pretendem fazer seu primeiro RG. Nesses casos, o prazo de entrega fica entre 10 e 18 dias úteis. Segundo o Poupatempo, isso acontece porque, antes de expedir o documento, o Instituto de Identificação da Polícia Civil precisa consultar os outros Estados para verificar, por exemplo, se a pessoa tem outros RGs em seu nome ou aparece no cadastro de procurados da Justiça. / COLABOROU NATALY COSTA

Serviço

Poupatempo

Na Capital: Sé, Luz, Santo Amaro, Itaquera e Cidade Ademar.

De Seg. A Sex., Das 7 Às 19h; Sábado, Das 7 Às 13h.Tel.: 0800-772-3633

  • Tags: