Termina manifestação de metalúrgicos na Avenida Paulista

Cerca de 1.500 trabalhadores fizeram ato reivindicando redução da jornada de trabalho, sem alteração salarial

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

13 Abril 2010 | 15h00

Terminou por volta das 14 horas desta terça-feira, 13, a manifestação que reuniu cerca de 1.500 metalúrgicos em frente à sede da Fiesp, na Avenida Paulista, em São Paulo. Os trabalhadores reivindicaram redução da jornada de trabalho, sem redução salarial.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), durante o protesto, os trabalhadores e dois carros de som, que saíram em passeata de diferentes lugares da cidade, ocuparam os dois sentidos da Paulista.

 

O protesto foi organizado pelas centrais sindicais. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Estado, a pauta de reivindicação foi entregue à diretoria da Fiesp. A partir desta terça, um grupo de 50 manifestantes deve se revezar 24 horas em um acampamento montado no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.