GERSON MONTEIRO/ESTADÃO
GERSON MONTEIRO/ESTADÃO

Temporal desabriga famílias e causa estragos em São Luiz do Paraitinga

Segundo a prefeitura, choveu mais de 70 milímetros em 25 minutos, caracterizando o fenômeno conhecido como tromba d'água

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

18 Janeiro 2018 | 15h32

SOROCABA – Um temporal inundou parte da cidade e deixou quase 200 pessoas desalojadas, no início da noite desta quarta-feira, 17, em São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo. Conforme levantamento preliminar da prefeitura, 47 casas ficaram alagadas e os moradores foram obrigados a deixar as residências. Foram mais atingidos os bairros São Benedito, Benfica, São Caetano e Várzea dos Passarinhos. Na manhã desta quinta-feira (18), quatro famílias, com cerca de 20 pessoas, continuavam desabrigadas.

Segundo a prefeitura, choveu mais de 70 milímetros em 25 minutos, caracterizando o fenômeno conhecido como tromba d'água. O Rio Paraitinga transbordou. A força da enxurrada arrancou os blocos de calçamento de ruas próximas da Santa Casa. Os bloquetes foram arrastados e ficaram amontoados sobre as calçadas. As ruas foram interditadas. 

Algumas casas ficaram com até um metro de água no interior e não houve tempo de retirar móveis, roupas e alimentos. Num dos imóveis, os vizinhos arrombaram a janela para retirar uma família que estava presa no imóvel, tomado pela água. Uma criança de dez anos foi salva por moradores quando era levada pela enxurrada.

Carnaval

Apesar dos estragos, a programação do tradicional Carnaval das Marchinhas, de São Luiz do Paraitinga, será mantida, segundo o secretário da Cultura, Netto Campos. “Não houve danos no centro histórico, nem nas áreas que serão utilizadas para a apresentação das bandas”, disse. Segundo ele, as ruas afetadas já estão sendo reparadas. A programação prevê desfiles e apresentações de cerca de 30 blocos durante o Carnaval – de 9 a 13 de fevereiro. Os blocos tradicionais desfilam em seis ruas do centro histórico e no entorno da Praça Doutor Oswaldo Cruz.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.