Talões antigos de Zona Azul são válidos até o dia 12

Até essa data, trocas poderão ser feitas em dez endereços autorizados, de segunda a sexta-feira

Central de Notícias,

06 Maio 2009 | 18h54

As folhas antigas de Zona Azul terão validade até o próximo dia 12. Até lá, elas poderão ser utilizadas juntamente com o modelo novo, que foi lançado em janeiro pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e possui recursos de rastreabilidade, por meio de código de barras. A partir do dia 13, as folhas do modelo antigo perderão validade de uso, mas poderão ser trocadas na própria CET, na Rua Senador Feijó, 143. Essa medida garante que nenhum usuário perca o direito de utilizar os talões adquiridos anteriormente.

 

Até o dia 12, as trocas poderão ser feitas em dez endereços autorizados, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 12h00 e das 13h00 às 16h00. A troca de mais de três talões inteiros (com dez folhas cada) deverá ser feita somente na sede da CET, à Rua Senador Feijó, 143.

 

Os endereços autorizados até 12 são:

 

Zona Oeste

- Avenida Marquês de São Vicente, 2154 - Barra Funda (Estação Barra Funda do Metrô)

- Rua Sumidouro, 546 - Pinheiros (Estação Pinheiros da CPTM)

 

Zona Norte

- Av. Santos Dumont, sobre Ponte das Bandeiras - Ponte Pequena (Estação Armênia do Metrô)

 

Zona Leste

-Rua Vilela, 572 - Tatuapé (Estação Carrão do Metrô)

 

Zona Sudeste

-Rua Dona Brígida, 721 - Vila Mariana (Estação Vila Mariana do Metrô)

 

Zona Sul

-Avenida Guido Caloi, 100 - Santo Amaro (Estação Giovanni Gronchi do Metrô/ Estação Santo Amaro da CPTM / Terminal de Ônibus João Dias)

-Parque Ibirapuera - quiosque da Zona Azul no bolsão do Prédio da OCA

-Parque Ibirapuera - quiosque da Zona Azul no bolsão do Prédio do MAM

 

Zona Central

-Rua Bela Cintra, 385 - Cerqueira Cesar (Estação Consolação do Metrô)

-Rua Senador Feijó, 143 - Centro (Estação Sé do Metrô)

Mais conteúdo sobre:
zona azul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.