1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Suspeito de matar e esquartejar o pai na zona leste é preso

- Atualizado: 15 Fevereiro 2016 | 09h 47

Crime aconteceu depois de discussão; homem de 36 anos ficou 11 detido por assassinar a avó e saiu da cadeia há cerca de 6 meses

SÃO PAULO - O desempregado Anderson Pereira Lima, de 36 anos, foi preso na noite deste domingo, 15, suspeito de matar e esquartejar o próprio pai, Williams Pereira Lima, de 57 anos.

Segundo a polícia, o crime aconteceu na casa da família, na Rua Otília, na região da Penha, na zona leste da capital paulista. Pai e filho discutiram porque o suspeito seria usuário de drogas. Os investigadores apuraram que Anderson guardou os pedaços do corpo do pai em sacos plásticos e chamou um táxi para abandoná-los em um terreno baldio.

O suspeito Anderson Pereira Lima, de 36 anos, é levado pela polícia

O suspeito Anderson Pereira Lima, de 36 anos, é levado pela polícia

O suspeito pediu ajuda do taxista para levar os sacos plásticos até o carro. Mas o taxista viu gotas de sangue saindo dos sacos, fugiu e foi até o 24º Distrito Policial (Ermelino Matarazzo).  O delegado Rafael Herculiani Pavarina foi com um grupo de policiais atrás do suspeito, mas ele havia fugido. Os policiais constaram que Anderson lavou a casa para tentar esconder as manchas de sangue. O corpo da vítima foi encontrado em um terreno na mesma rua da residência.

A polícia apurou que Anderson foi preso em 2004 por matar a avó após uma discussão. Ele cumpriu pena de 11 anos e saiu da cadeia há cerca de seis meses.

Retrospectiva 2015: 15 crimes que chocaram São Paulo
Rafael Arbex/Estadão
Relembre 15 crimes que chocaram São Paulo em 2015

Em 2015, alguns crimes assustaram o Estado de São Paulo pela frieza e pela crueldade. Chacinas, esquartejamentos, decapitações e estupros causaram revolta na população. Alguns casos tiveram envolvimento de policiais militares; outros foram filmados e tiveram as imagens divulgadas. Relembre:

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX