DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Suplicy assumirá Secretaria de Direitos Humanos de Haddad

'Estou muito feliz em poder colaborar com o prefeito', escreveu o senador no Facebook

Edgar Maciel, O Estado de S. Paulo

19 Janeiro 2015 | 22h30

O senador Eduardo Suplicy (PT) vai assumir a Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo. Suplicy substituirá o atual secretário Rogério Sotilli. Na semana passada, o Estado havia adiantado que o nome do senador era cotado para assumir uma pasta no governo municipal. 

Na terça-feira, 20, o senador vai se reunir a partir das 9h com Fernando Haddad para formalizar o acordo e definir diretrizes de trabalho. "Sempre tive o maior apreço pelo Haddad, pela seriedade e rigor com que ele conduz São Paulo. É natural que eu aceite esse convite, em uma área que eu tenho total identificação dentro da política", disse Suplicy.

Segundo o senador, antes de aceitar o convite de Haddad, seu nome foi cotado em dezembro para assumir a Secretaria de Direitos Humanos no segundo governo de Dilma Roussef. "As principais entidades de Direitos Humanos do País levaram o meu nome até a presidente, requisitando que eu assumisse a pasta. Preferi me reservar", contou.

Antes de fazer o convite a Suplicy, o prefeito consultou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a troca no secretariado. "Antes de me aceitar, me preocupei com o Sotilli porque somos muito amigos. O prefeito me disse que conversou com ele e vai convidá-lo para assumir outra pasta dentro da Prefeitura", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.