STJ mantém decreto de prisão contra Mizael

A 6.ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve na terça-feira o decreto de prisão preventiva contra o ex-policial militar e advogado Mizael Bispo de Souza, acusado de matar a ex-namorada, a advogada Mércia Mikie Nakashima. Mizael e o outro acusado do crime, o vigia Evandro Bezerra da Silva, estão foragidos. Mércia sumiu em maio de 2010 e o corpo foi encontrado em junho em represa de Nazaré Paulista.

O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.