1. Usuário
Assine o Estadão
assine

SP registra recorde histórico de roubos

Daniel Trielli e Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo

25 Abril 2014 | 14h 50

Com alta de 33%, número de roubos no primeiro trimestre é o maior em 19 anos no Estado

Atualizada às 21h15

SÃO PAULO - O Estado e a capital paulista registraram, nos primeiros três meses do ano, os maiores índices de roubos (exceto de veículos) desde 1995, quando os dados trimestrais começaram a ser divulgados. Foram, respectivamente, 79.093 e 40.671 ocorrências, o que significa altas de 33,5% e 44,6%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Com o aumento dos crimes contra o patrimônio, nem o Estado nem a capital paulista conseguiram cumprir a meta de redução de criminalidade estabelecida pelo governo estadual em seu programa de bonificação a policiais civis e militares. Em dois critérios (roubos em geral e roubos e furtos de veículos), o objetivo era igualar os resultados do primeiro trimestre do ano passado. O terceiro objetivo era reduzir homicídios e latrocínios. Houve queda, mas aquém do esperado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Com o estouro da meta, o programa de bonificação será alterado. Nesta sexta-feira, 25, o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, anunciou que as metas estaduais e regionais serão excluídas neste trimestre. Nessa primeira fase, a avaliação será feita somente pelo resultado da delegacia ou da companhia da PM.

No plano original, que ainda precisa ser aprovado pela Assembleia Legislativa, os policiais receberiam de R$ 500 a R$ 2 mil pelas metas trimestrais de roubos em geral, furto e roubo de veículos e vítimas de letalidade violenta (homicídios e latrocínios). Com a escalada da criminalidade, o primeiro trimestre não incluirá mais as metas de roubo e o bônus será de, no máximo, R$ 500. "Estamos excluindo o roubo e concentrando em roubo de veículos e em letalidade das áreas locais, para que sirvam de estímulo", disse Grella. "É uma solução inicial."

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), atribuiu o aumento nos roubos à nova forma de notificação de casos, por meio dos boletins de ocorrência eletrônicos no site da SSP. "Nós temos números mais verdadeiros. Antes, você tinha de ir à delegacia para fazer o boletim, o que dá trabalho e perde-se tempo. Hoje, você faz de casa", disse Alckmin.

"Estatística não é para agradar ou desagradar. Ela é uma ciência para você ter planejamento e estabelecer diretrizes para eficiência do trabalho", disse o governador, que acredita no programa de metas como estratégia para a diminuição dos crimes no Estado. "Não atingiu agora, mas pode atingir mais à frente."

Mortes. O Estado teve redução de 3,3% nos assassinatos (de 1.189 para 1.150), o que não foi suficiente para atingir a meta de 7,4% de redução no número de vítimas de letalidade violenta. O mesmo aconteceu com a capital: redução de 4,9% (de 304a para 289 mortes), mas a meta de redução no número de vítimas era de 9%.

Para Alckmin, o objetivo era "ousado". "Quando você estabelece uma meta para ser atingida, ela pode ser até ousada. Nós não queremos que mantenha nem aumente (o crime contra a vida), nós queremos que reduza. É uma meta ousada. Nós temos um objetivo e um foco", disse o governador. / COLABORARAM LAURA MAIA DE CASTRO, CAIO DO VALLE e RAFAEL ITALIANI

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo