Ciete Silvério/Divulgação
Ciete Silvério/Divulgação

SP inicia programa de limpeza da Represa de Guarapiranga

Foram instaladas 11 barreiras de contenção de lixo nos córregos que deságuam na represa

estadão.com.br,

27 Dezembro 2011 | 16h24

SÃO PAULO - O Governo de São Paulo iniciou nesta terça-feira, 27, as ações do "Nossa Guarapiranga - Programa de Proteção e Limpeza do Reservatório Guarapiranga". O projeto tem como objetivo melhorar a qualidade ambiental de um dos principais mananciais que abastece a região metropolitana de São Paulo, minimizar riscos à qualidade da água, conter a ocupação de áreas de preservação e garantir a prática de lazer e de esportes náuticos na região.

Foram instaladas 11 barreiras de contenção de lixo nos deltas dos principais córregos que deságuam na represa. Também foram contratados 10 botes para coletar a sujeira retida e um barco para fazer o transbordo do lixo recolhido, que seguirá para aterros sanitários regulares. A meta é recolher 20 m3 de resíduos por dia, em média.

Também como parte do Nossa Guarapiranga, em abril próximo um barco de grande porte entrará em operação, destinado à coleta de lixo em profundidades de até 6 metros.

Além disso, a Sabesp está adquirindo uma segunda embarcação de porte que cuidará da retirada de algas.

Este barco também tem entrega prevista para abril de 2012. A Fundação Unesp foi contratada para fornecer um plano de manejo e controle que definirá as condições da retirada da vegetação aquática.

Os benefícios alcançarão diretamente as cerca de 1 milhão de pessoas que vivem nas proximidades da Guarapiranga e, indiretamente, 2 milhões de habitantes abastecidos com as águas do manancial na região Metropolitana de São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Guarapiranga limpeza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.