SP fica estado de atenção por duas horas por causa do tempo seco

Até 17h30, umidade do ar ficou abaixo dos 30%, índice considerado alarmante pela OMS

estadão.com.br,

12 Dezembro 2011 | 15h05

SÃO PAULO - A Defesa Civil de São Paulo informou que toda a cidade ficou em estado de atenção por aproximadamente duas horas por causa da baixa umidade relativa do ar na tarde desta segunda-feira, 12.

Por volta das 14h27, a umidade estava em torno de 28%, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão da Prefeitura responsável pela previsão meteorológica. Às 17h40, o nível ultrapassou os 40% e a cidade voltou ao estado de observação.

A baixa umidade propicia o surgimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares.

Por isso, a Defesa Civil recomenda que a população evite praticar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas; umidifique o ambiente por meio de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, entre outros; permaneça em locais protegidos do sol, em áreas arborizadas; e consuma bastante água.

Previsão. Esta tarde segue com céu aberto e termômetros em elevação na capital. As temperaturas encontram-se por volta dos 27ºC, e a máxima registrada nas estações meteorológicas automáticas do CGE alcançou os 29ºC em Pirituba, na zona norte.

Segundo os meteorologistas do CGE, com a chegada da brisa marítima a nebulosidade aumenta no final do dia, mas não há previsão de chuvas na Grande São Paulo.

O tempo não muda muito nos próximos dias, que seguem com sol e temperaturas elevadas nos períodos da tarde. Os termômetros variam entre mínimas de 16ºC e máximas de 30ºC. As chuvas retornam na forma de pancadas no final das tardes, principalmente na quarta-feira, 14.

Mais conteúdo sobre:
umidade do ar atenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.