Soldado da Rota sofre ataque na zona norte de São Paulo

Policial, de 28 anos, levou três tiros de fuzil quando voltava para casa; ele está internado e quadro é estável

Felipe Tau, O Estado de S. Paulo

25 Julho 2012 | 10h17

SÃO PAULO - O soldado Anderson Andrade de Sales, de 28 anos, das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), levou três tiros de fuzil às 21h de segunda-feira, 23, quando voltava do trabalho para a sua casa, no Jaçanã, zona norte da capital. 

Ele está internado no Hospital da Polícia Militar, na Água Fria, zona norte,  e, segundo a PM, seu quadro é estável. O soldado está consciente, aguardando no quarto para realizar uma cirurgia no fêmur, com fratura exposta por conta de um tiro. Os outros disparos pegaram no braço e na clavícula.

De acordo com a PM, a emboscada aconteceu na Rua Flor de Ouro. Sales estava sozinho em seu EcoSport, quando foi fechado por um Uno. Os bandidos - a quantidade não foi informada - desceram e o balearam, fugindo em seguida. Os tiros foram disparados de um fuzil calibre 5.56.

A Corregedoria da Polícia Militar investiga o caso junto com a Polícia Civil.  A PM informou que o soldado está na Rota desde 2010. O caso foi registrado no 73 ºDP (Jaçanã).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.