Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Sobe para sete número de mortos por dengue no interior paulista

Uma vítima morreu na quarta-feira e a outra, na quinta, ambas em Catanduva; Sorocaba e Penápolis decretaram estado de emergência

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

29 Janeiro 2015 | 20h11

SOROCABA - Mais duas mortes com diagnóstico de dengue foram confirmadas no interior de São Paulo nesta quinta-feira, 29, elevando para sete o número de mortes neste início de ano em decorrência dessa doença.

Os novos casos ocorreram em Catanduva, na região de São José do Rio Preto. Um dos pacientes, um homem de 77 anos, morreu na quarta-feira, outro, de 68, teve o óbito registrado nesta quinta.

Antes, haviam sido registradas três mortes em Guararapes, uma e Lins, outra em Marília. Embora o diagnóstico médico seja de dengue, a confirmação dos casos depende de exames laboratoriais que ainda não ficaram prontos.

Mais duas cidades - Sorocaba e Penápolis - decretaram estado de emergência nesta quinta-feira em razão do elevado número de casos de dengue. Em Sorocaba, equipes percorrem os bairros com alta infestação do mosquito e inspecionam as casas. Penápolis tem mais de 200 casos confirmados e cerca de 500 notificações a serem investigadas. Já estão em emergência por dengue as cidades de Guararapes, Catanduva e Paraguaçu Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.