Serviço público é mal avaliado, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Data Popular com 3 mil brasileiros em todas as regiões do País aponta que 81% dos brasileiros preferem uma melhora nos serviços a uma redução da carga tributária. Mesmo assim, 78% concordam que os impostos são mais altos do que deveriam.

Beatriz Bulla, O Estado de S.Paulo

25 Abril 2014 | 02h02

Os entrevistados disseram ser favoráveis à oferta gratuita de serviços públicos - de hospitais (91%) até internet (54%), passando por educação, universidade, creche, remédios e transporte. Mas não basta gratuidade, é preciso também melhorar a qualidade. A nota dada pelos entrevistados para a segurança é a mais baixa: 3,64. A situação não melhora na avaliação de educação pública (4,56), saúde (3,73) e transporte (3,87).

Para 67%, a vida melhorou no último ano, e esse avanço foi fruto do esforço pessoal (52%) e de Deus (31%). Só 2% creditam a melhora ao governo. "Os brasileiros estão chamando para si a responsabilidade pela melhora de vida e esperam um governo que seja plataforma para esse avanço", avalia o presidente do Data Popular, Renato Meirelles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.