Sequestradores libertam empresária após 8 dias de cativeiro em Embu-Guaçu

Uma empresária de 45 anos, do ramo da sucata, foi libertada ontem, pelos sequestradores, às 3 horas, em uma região de mata, no município de Embu-Guaçu, na Grande São Paulo. Segundo a polícia, ela ficou oito dias em poder da quadrilha. Policiais militares que passavam pela Rodovia José Simões Louro Júnior foram parados pela mulher. Ela havia tentado fazer uma ligação em um telefone público 30 minutos após ser liberada. A empresária disse que foi deixada pelos criminosos em uma região de mata e andou até a rodovia. Ela havia sido sequestrada no dia 29, às 17 horas, quando saía de sua empresa, na zona norte de São Paulo. Com os olhos vendados, foi colocada em um veículo. Aparentemente sem ferimentos, a empresária disse aos policiais que não foi agredida. Até ontem à noite, nenhum suspeito foi detido. A empresária acredita que pelo menos quatro bandidos participaram da ação. Não há informação se o resgate foi pago nem o valor pedido pelos criminosos.

, O Estado de S.Paulo

07 Abril 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.