Senado aprova empréstimos que somam R$ 3 bilhões ao governo de São Paulo

Recursos serão destinados a obras de transporte público, saúde e macrodrenagem

Daiene Cardoso, O Estado de S. Paulo

06 Maio 2014 | 21h46

BRASÍLIA - O plenário do Senado aprovou na noite desta terça-feira, 6, quatro autorizações de empréstimos ao governo do Estado de São Paulo no valor de US$ 1,371 bilhão, o que representa mais de R$ 3 bilhões aos cofres paulistas. Os recursos serão destinados a obras de transporte público, saúde e macrodrenagem.

As quatro propostas passaram nesta manhã pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e seguiram para apreciação dos senadores no mesmo dia. O primeiro refere-se a empréstimo proveniente da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), no valor de 300 milhões de euros, para implantação do trem de Guarulhos, que faz parte da linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Também foi aprovada operação de US$ 204 milhões da Corporação Andina de Desenvolvimento (CAF) para o financiamento parcial do Projeto/Programa "Sistema de Macrodrenagem do Rio Baquirivu-Guaçu".

Do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) foram aprovadas duas operações de crédito externo: uma de US$ 480 milhões, destinados ao financiamento parcial da primeira fase do Programa de Investimento Rodoviário de São Paulo, e outra de US$ 270 milhões para o Projeto Fortalecimento da Gestão Estadual de Saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.