Sem trens, trânsito fica acima da média em SP

Com paralisação dos trabalhadores da CPTM, capital paulista registra congestionamentos

O Estado de S. Paulo

13 Junho 2013 | 08h56

SÃO PAULO - Em dia de greve de parte dos funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), o trânsito na cidade de São Paulo se manteve acima da média no início da manhã desta quinta-feira, 13.

Dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) indicavam que, às 8h, a capital paulista registrava 79 km de lentidão. Para o horário, a média é de 70 km de trânsito ruim.

A situação era pior na Marginal do Pinheiros, via paralela à Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) da CPTM. Ali, no sentido Rodovia Castello Branco, havia 7,6 km de congestionamento.

Na Radial Leste, paralela às Linhas 11-Coral (Luz-Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana), o trânsito era de 6,6.

Às 9h, quando o trânsito chegou a 93 km, a situação se estabilizou. Segundo a CET, esse patamar é normal para o horário.

A situação nas ruas era complicada desde mais cedo. O tráfego mais lento do que o normal atingia a cidade desde por volta das 7h30, de acordo com a CET, quando São Paulo tinha 20 km de filas.

Na noite de quarta-feira, 12, os congestionamentos também ficaram acima da média na cidade. Na ocasião, foi observado o pior trânsito do ano na capital, atingindo 282 km de engarrafamentos às 19h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.