Restaurante Vito/Facebook/Reprodução
Restaurante Vito/Facebook/Reprodução

Sem luz, restaurante faz churrasco na rua

Rua Isabel de Castela, onde fica o estabelecimento, em Pinheiros, estava sem energia elétrica havia mais de 24 horas 

Mônica Reolom e Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

16 Janeiro 2015 | 03h00

SÃO PAULO - O Restaurante Vito, em Pinheiros, zona oeste, decidiu improvisar para não perder a mercadoria que, sem energia elétrica, estragaria rapidamente. Sem luz desde as 19 horas de quarta, o chef André Mifano resolveu fazer um churrasco na calçada, começando às 16h30 desta quinta-feira. “É para usar o estoque e também protestar de uma forma diferente”, explicou o funcionário Renato Paganini.

“Em solidariedade aos que, como nós, não têm luz, hoje tem churrasco na rua”, informou o restaurante pelo Facebook. Paganini disse que é a primeira vez que o estabelecimento recorre a essa possibilidade, mas que pode não ser a última. “A gente precisa trabalhar. Se essa forma de servir está dando certo e a gente continuar sem luz, pode ser uma boa alternativa para os próximos dias.”

A Rua Isabel de Castela, onde fica o restaurante, estava sem energia elétrica havia mais de 24 horas na noite desta quinta e sem previsão de volta ao normal.

Cotia. A situação foi ainda mais grave em uma rua da Granja Viana, bairro de Cotia, na Grande São Paulo, onde os moradores ficaram 43 horas sem energia. O problema em um transformador foi resolvido pela AES Eletropaulo em apenas dez minutos. “Perdi R$ 500 de comida”, afirmou a advogada Luci Aparecida Lorente, de 57 anos, moradora da Rua Maestro Manoel Vitorino dos Santos.

A AES Eletropaulo informou que o problema foi causado pela queda de uma folha de zinco em uma rua próxima, que afetou o circuito elétrico.

Mais conteúdo sobre:
Eletropaulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.