Seis jovens são atropelados e mortos ao sair de festa em Sorocaba

Motorista que atropelou e matou seis estava embriagado, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária

José Maria Tomazela,

06 Abril 2014 | 12h20

Atualizado às 18h35

SOROCABA – Subiu para seis o número de mortos no atropelamento de 12 jovens que saíam de uma festa rave, na manhã deste domingo (6), em Sorocaba. A jovem Evelyn Fernandes, que estava internada em estado grave no Hospital Regional de Sorocaba, não resistiu aos ferimentos e morreu no final da tarde.

As mortes de cinco jovens com idades entre 16 e 19 anos foram confirmadas na manhã de hoje, logo após o atropelamento. O grupo de jovens foi atropelado quando seguia para um ponto de ônibus, na rodovia Raposo Tavares, após sair da festa.

Outros cinco jovens - quatro rapazes e uma moça - continuam internados. Três deles estão em estado muito grave, segundo a informação do hospital. Um dos feridos que também tinha sido levado para o hospital já recebeu alta.  

Direção perigosa. O veículo que atropelou os jovens é uma picape Saveiro. O motorista Fábio Hiroshi Hattori, de 27 anos, tentou fugir do local, mas foi segurado por outros motoristas até a chegada da Polícia Militar Rodoviária. Ele teria alegado que perdeu o controle da picape e avançou sobre o grupo ao desviar de duas pessoas que atravessavam a rodovia. Testemunhas confirmaram essa versão. 

Fábio estava embriagado e, por isso, foi autuado em flagrante por homicídio doloso - quando há intenção de matar. À tarde, ele continuava preso no Centro de Detenção Provisória (CDP). O acidente aconteceu no km 107 da rodovia Raposo Tavares.

No total, doze jovens foram atingidos. Ambulâncias do Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e da concessionária foram mobilizadas para levar as vítimas ao Hospital Regional de Sorocaba.

De acordo com o registro da Polícia Civil, policiais rodoviários submeteram Hattori ao teste do etilômetro, que apresentou resultado de 0,63 mg/l de álcool, suficiente para caracterizar a embriaguez. Durante a manhã, familiares das vítimas se aglomeraram à frente do hospital em busca de informações.

Os jovens faziam parte de grupos que frequentavam festas juntos. No início dos velórios, à tarde, houve comoção. Os sepultamentos devem ocorrer nesta segunda-feira. Além de Evelyn, que faleceu no fim desta tarde, morreram no acidente Amanda Oliveira Alquati, de 17 anos, Giovanni Cartezano Inocencio, 17, Guilherme dos Santos Modesto, 18, Leo Wagner Ribeiro Neves, 19, e Lucas Alexandre Vieira, 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.