Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Segurança de Doria pede que Google desfoque imagem da casa do prefeito

Fotografias do endereço do prefeito de São Paulo, no Jardim Europa, aparecem borradas

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2017 | 16h12
Atualizado 29 Agosto 2017 | 19h00

SÃO PAULO - A segurança de João Doria (PSDB) pediu ao Google para desfocar a fachada da casa do prefeito no Google Street View, ferramenta de mapeamento por satélite da empresa. A residência de Doria fica localizada no Jardim Europa, área nobre da cidade.

Procurada, a Prefeitura de São Paulo informou que "a solicitação ao Google foi feita pela Assessoria Policial Militar, órgão do Gabinete responsável pela segurança do prefeito". Quem busca o endereço do prefeito no Google Street View vê a casa de Doria "borrada" pela ferramenta. 

Procurado, o Google informou que  há uma ferramenta no Street View para as pessoas pedirem que imagens de suas casas, carros ou delas mesmas sejam borradas na plataforma. "Basta reportar no botão no canto inferior direito e submeter o pedido", informa.  

O Google ainda divulgou link no site da empresa que esclarece como desfoque é feito. "Desenvolvemos uma tecnologia de ponta para desfocar rostos e placas de veículos que é aplicada a todas as imagens do Google Street View. Essa tecnologia foi desenvolvida para desfocar todos os rostos e placas de veículos que podem ser identificados nas imagens do Google", diz o texto.  

"Se você visualizar um rosto ou uma placa de veículo que precise de mais desfoque ou se quiser que desfoquemos sua casa ou seu carro inteiro, envie uma solicitação usando a ferramenta Informar um problema", diz o Google.

Segundo a empresa, "depois que o Google desfoca uma imagem, o efeito é permanente". Ao enviar uma solicitação para desfoque de imagens de uma residência do Google Street View, diz a empresa, todas as imagens antigas e futuras da casa também serão desfocadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.