Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo » Sargento da PM e agente penitenciário morrem em tiroteio

São Paulo

Sargento da PM e agente penitenciário morrem em tiroteio

Agente brigou com a mulher e recebeu policiais militares à bala em Itirapina, no interior de São Paulo

0

Sandro Villar,
Especial para o Estado

20 Fevereiro 2016 | 14h25

PRESIDENTE PRUDENTE - Um sargento e um agente penitenciário morreram neste sábado, 20, durante tiroteio em Itirapina, no interior de São Paulo. Por volta das 2 horas, uma viatura da PM foi chamada para atender a um caso de briga de casal no bairro Nova Itirapina.

O agente penitenciário Marcos José Silva, de 44 anos, brigou com a mulher e recebeu os policiais à bala. Ele atirou e atingiu o sargento Júlio César Zorzetti, de 40 anos, que morreu na hora. Os policiais revidaram e balearam o agente. Silva foi socorrido ao Pronto-Socorro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

A mulher do agente ficou ferida sem gravidade, mas foi internada na Santa Casa de Limeira e passa bem.

O sargento Zorzetti estava protegido com o escudo balístico, segundo a Polícia Militar de Itirapina. Ainda de acordo com a PM, os policiais tentaram negociar com o agente Silva. A negociação fluía bem, mas, de repente, o agente deu um tiro e acertou o sargento, que usava uma lanterna.

O sargento fez uma varredura com a lanterna e a movimentação pode ter assustado o agente e, por isso, ele atirou, segundo a PM. A corporação disse ainda que Silva estava em uma posição privilegiada, "no escuro", enquanto os policiais estavam na entrada da casa. 

O corpo do sargento Zorzetti foi levado para São Paulo. A PM informou que ele será sepultado com honras militares, já que morreu em serviço. O agente, que estava afastado do serviço por problemas psiquiátricos, será enterrado em Itirapina. 

Mais conteúdo sobre:

Comentários