Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

São Paulo tem tarde mais quente do inverno

Temperatura em SP chegou a 31ºC; Brasília completa 100 dias sem chuva

O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2017 | 19h46

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo teve o dia mais quente e seco do inverno deste ano nesta quarta-feira, 30. A máxima chegou a atingir 31,1ºC e a umidade do ar beirou os 24%, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que as temperaturas devem cair no final desta semana. Na quinta, a mínima será de 14ºC e a máxima, de 20ºC, diz o Inmet. Há previsão de tempo nublado e chuviscos no final do dia.

Para a sexta, 1º de setembro, o Inmet indica temperatura mínima de 13ºC e máxima de 22ºC. O tempo deve continuar nublado com chuviscos.

Alerta. Nesta quarta, Brasília completou 100 dias sem chuvas. Na capital, o Inmet chegou a publicar um alerta vermelho de baixa umidade, próxima de 10%. Quando está abaixo de 12%, há risco de incêndios e perigo à saúde. A Defesa Civil declarou estado de emergência na cidade e determinou que escolas suspendessem as atividades físicas.

Em dias assim, recomenda-se que as pessoas evitem exercícios ao ar livre, se hidratem e se mantenham protegidas do sol. Brasília registrou dois focos de incêndio em vegetação na tarde desta quarta. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, até um avião foi usado para ajudar a conter as chamas.

Segundo o Inmet, o clima quente e seco também é observado no leste do Mato Grosso, no sul do Tocantins e na região central de Goiás. Segundo o instituto, a situação se deve a um bloqueio atmosférico causado por uma massa de ar seco sobre a região. Não há previsão de chuvas nos próximos dias.

 

Mais conteúdo sobre:
William Domingues Clima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.