Assine o Estadão
assine

São Paulo

Carnaval

São Paulo se programa para blocos de rua após fim do carnaval

Capital tem 55 desfiles previstos para o próximo final de semana

0

Edison Veiga,
O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2016 | 19h02

"Quarta feira sempre desce o pano", lembra Chico Buarque em Sonho de um Carnaval. Para foliões paulistanos, entretanto, nem a quaresma interrompe a festa. Cinquenta e cinco blocos estão previstos para agitar a cidade no próximo fim de semana.

"Já estou me programando. Sábado quero estar em um bloco na santa Cecília", diz a estudante Larissa Almeida,  16 anos.

Carioca radicada em São Paulo há menos de um ano, a atriz e produtora Tamires Moreira, 21 anos, está curtindo como nunca a folia paulistana. "É uma atmosfera diferente do Rio,  mas muito legal", comenta. "Claro que irei no fim de semana.  Se tiver carnaval o ano inteiro, vou no ano inteiro. "

Os estudantes de medicina Lucas Vianna, de 21 anos, Lukas Salles,  de 20 anos, e Clara Deucleciano,  de 20 anos, também não deixam de elogiar o carnaval de rua de São Paulo.  "Claro que vamos curtir muito ainda no sábado", diz Vianna. "Estamos indo sempre nos mais movimentados de cada dia", completa Salles, dando a receita de como eles se programam. 

As psicólogas Elisangela Miranda, 41 anos, e Soraya Lima, 52 anos, aproveitam a festa de olho no fenômeno: o paulistano se apropriando do espaço público. "É a ocupação das ruas na versão 2016. Estou adorando e pretendo vir no fim de semana", diz Elisangela. "Vou sempre sob pesquisa,  então ainda não me decidi em qual estarei no fim de semana", afirma Soraya. 

"Todo dia a gente vai. E isso vai se repetir no fim da semana", promete a estudante de moda Beatriz Arevalo, 21 anos. "Em geral, gostamos mais dos menos cheios", avalia a também estudante de moda Elisa Peduti,  21 anos.

"Carnaval só tem uma vez por ano. Então tem de aproveitar. Fui em um bloco por dia, na semana passada e nesta. Vou manter o ritmo no próximo fim de semana", promete o contabilista João Eliezer Alves, de 31 anos.

"Ainda não olhei a programação, mas certamente estarei em mais algum bloco", afirma o bancário Erivaldo Santos, 41 anos.

Comentários