Salva-vidas estava perto de menina, diz resort

Dagmar Ribeiro, mãe da menina que morreu segunda-feira em uma piscina do resort Costa do Sauípe, na Bahia, depôs ontem. O teor do depoimento não foi divulgado, mas anteriormente ela e o marido haviam dito que não havia salva-vidas e a criança foi atendida por um hóspede. Já o resort divulgou nota ontem afirmando que o salva-vidas estava a 25 metros da menina e demorou só 20 segundos para atendê-la. O texto também diz que o salva-vidas de plantão estava "plenamente preparado para as manobras realizadas".

O Estado de S.Paulo

12 Julho 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.