Roubo em estrada deixa criança morta e 2 feridos

Uma criança de 9 anos morreu e outra de 3 anos foi atingida no pé em um tiroteio no km 98 da rodovia dos Bandeirantes, em Campinas (SP), na noite de sexta-feira. Bandidos tentaram roubar um caminhão carregado com computadores, trocaram tiros com os seguranças da escolta e atingiram os dois irmãos, que são de Belo Horizonte e estavam com a família em um carro parado do outro lado da pista.

RICARDO BRANDT, ESPECIAL PARA O ESTADO, CAMPINAS, O Estado de S.Paulo

29 Julho 2012 | 03h06

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, os assaltantes em dois Corollas fecharam o caminhão, que havia saído da fábrica da Dell, em Hortolândia (SP), e seguia para Barueri, na Grande São Paulo, com uma carga avaliada em R$ 460 mil. Um dos carros abordou o caminhão e outro o veículo dos seguranças, que faziam a escolta. Eram 20h. Os assaltantes dispararam com fuzis contra a escolta que parou no canteiro central da pista. Nesse momento, as vítimas estavam paradas em um Gol no acostamento, pedindo informações para funcionários da concessionária da rodovia.

No Gol da família estavam as duas crianças atingidas, a mãe e os avós. A troca de tiros começou quando o avô estava fora conversando com o funcionário da concessionária. As crianças, com a mãe e a avó, estavam no veículo. Um dos disparos atingiu Eric Meira de Oliveira, de 9 anos, no abdômen. Ele morreu no local. Outro tiro acertou no pé o irmão, Andrei Meira de Oliveira, de 3 anos. Ele foi internado e um hospital em Campinas.

A família, que mora em Belo Horizonte, retornava de em férias em Joinville (SC) e seguia viagem para Engenheiro Coelho (SP), para passar a noite na casa de familiares. Segundo informaram para a polícia, neste domingo eles seguiriam para Minas.

Um dos seguranças levou quatro tiros e foi internado em estado grave com tiros nas costas, braço e perna. Os criminosos fugiram sem levar a mercadoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.