Rodoanel Norte: TCU também quer esclarecimentos

Um dia depois de o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) suspender a licitação do Trecho Norte do Rodoanel, ontem foi a vez de o Tribunal de Contas da União (TCU) pedir esclarecimentos sobre a obra - uma vez que ela conta com recursos federais -, em um prazo de cinco dias. A concorrência estava marcada para começar ontem, mas foi adiada porque uma das empresas que queria participar do processo questionou as exigências feitas pelo governo do Estado. Os mesmos questionamentos foram feitos ao TCU.

O Estado de S.Paulo

14 Dezembro 2011 | 03h02

A empresa Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), responsável pela concorrência, informou que vai apresentar hoje os esclarecimentos ao TCE e enviará nos próximos dias respostas ao órgão federal. A obra é a última etapa do Rodoanel. Os trabalhos estão previstos para começar no primeiro semestre de 2012. A pista ligará o Trecho Oeste ao Trecho Leste e está orçada em R$ 6,5 bilhões./ BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.