Rodoanel deixa Bandeirantes vazia às 17 horas

Rodoanel deixa Bandeirantes vazia às 17 horas

Terceira via mais travada de SP registrou trânsito 75% abaixo da média ao longo do dia, segundo a CET; no pior horário, lentidão chegou a 3,3 km

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

06 Abril 2010 | 00h00

A Avenida dos Bandeirantes, na zona sul da capital, viveu situação inusitada ontem. No horário de pico da tarde, houve oscilação de períodos com pistas desertas e outros com filas de 3 quilômetros - metade da extensão da via. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o índice de congestionamento ao longo do dia foi 75% abaixo da média, reduzindo também a lentidão em toda a cidade.

A avenida, que liga a Marginal do Pinheiros à Rodovia dos Imigrantes, é vista como a principal beneficiada com a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel, na semana passada. Às 17 horas, não havia nenhuma fila de carros, mas alguns espaços desertos - o que, segundo especialistas, poderia ser reflexo do novo ramal do anel viário. Cerca de duas horas depois, a chuva trouxe de volta o congestionamento, com filas de até 3,3 km - mais da metade de sua extensão.

Reflexos. A média de congestionamento em São Paulo, entre 7 e 19 horas, foi 18,9% inferior. Às 14 horas, a queda foi superior a 50%. A partir das 17h30, a taxa voltou a subir até praticamente se igualar, às 19h30, aos níveis anteriores à inauguração do Trecho Sul do Rodoanel.

Nesse horário, a Marginal do Pinheiros registrava o maior congestionamento, com mais de 11 km de lentidão. Ela também havia sido apontada como uma das grandes beneficiadas com o novo trecho do anel viário.

No balanço do dia, a Marginal do Pinheiros teve redução de 46% na lentidão e a Marginal do Tietê, 64%.

Páscoa. No seu primeiro grande teste, o Trecho Sul do Rodoanel foi responsável por diversas mudanças no fluxo do tráfego para o litoral. Quase 132 mil veículos passaram pelo novo ramal - quase um quarto dos 550 mil veículos que usaram o Sistema Anchieta-Imigrantes no feriado.

Além disso, mais motoristas utilizaram o Trecho Oeste do Rodoanel após a inauguração do novo ramal. Segundo estimativa da CCR RodoAnel, aproximadamente 110 mil veículos usaram o antigo trecho (que liga as Rodovias Régis Bittencourt, Bandeirantes e Castelo Branco ao Trecho Sul) para entrar no Sistema Anchieta-Imigrantes. O tráfego no Trecho Oeste aumentou cerca de 15% em comparação com o feriado de Páscoa de 2009 - de 646 mil para 740 mil veículos.

Atendimentos. A média de usuários no novo trecho do Rodoanel ficou próxima à expectativa do governo estadual para o trecho entre as Rodovias Imigrantes e Régis Bittencourt: cerca de 35 mil veículos por dia. Ainda assim, houve apenas 181 atendimentos a veículos parados por falta de gasolina ou problemas mecânicos - não há postos em toda a extensão do anel viário.

Efeitos do Trecho Sul

132 mil

veículos passaram pelo Rodoanel entre a quinta-feira e o domingo, segundo balanço da Dersa

15%

foi o aumento no fluxo de veículos do Trecho Oeste na Páscoa,

em relação a 2009, também em consequência da nova via

181

veículos foram atendidos por falta de gasolina ou problemas mecânicos no Trecho Sul

33 mil

veículos circularam por dia no Trecho Sul do Rodoanel durante os dias da Páscoa

93 km

é a extensão atual do Rodoanel, contando os 32 km do Trecho Oeste e os 61 km do novo Trecho Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.