Ricardo Luiz de Carvalho /Arquivo pessoal
Ricardo Luiz de Carvalho /Arquivo pessoal

Ressaca atinge casas e destrói pousada no litoral sul de São Paulo

Em Ilha Comprida, cinco moradias estão em situação de risco; as famílias foram realocadas e serão incluídas em um programa habitacional

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

19 Setembro 2016 | 18h06

SOROCABA - Uma forte ressaca fez o mar avançar além da praia e causar destruição, no fim de semana, em Ilha Comprida e Iguape, no litoral sul de São Paulo. Na Ponta da Praia, em Ilha Comprida, a força da maré derrubou uma pousada e atingiu casas e ruas do bairro. 

A Pousada Filhas do Sol estava fechada no momento do acidente em razão da baixa temporada. As paredes, o telhado e toda a estrutura de alvenaria desabaram. Mobiliário, equipamentos e eletrodomésticos ficaram destruídos. O marceneiro Ricardo Luiz de Carvalho, de 40 anos, estava no local e registrou a ação das águas. 

Uma grande faixa de areia foi deslocada para o mar pela força da maré. Nesta segunda-feira, 19, a prefeitura interditou a área e identificou cinco moradias em situação de risco. As famílias foram realocadas e serão incluídas em um programa habitacional. De acordo com o município, o local afetado pela erosão é zona de proteção especial e está sujeito a novas ocorrências. 

O prefeito Décio Ventura lamentou que a costa brasileira, com 7,4 mil quilômetros de orla, não conte com um plano nacional de contenção das marés. Em junho, a cidade já havia sido afetada por uma ressaca.

A força da maré também causou prejuízos na Praia da Jureia, em Iguape. A água invadiu casas e cobriu de areia algumas ruas. A água do mar avançou ainda mais na região da Praia do Leste, acabando com o que restava da faixa de areia. Uma casa que estava desocupada sofreu desabamento. Em Peruíbe, no sábado, o mar cobriu a faixa de areia e assustou os banhistas. Ruas da orla chegaram a ficar alagadas.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.