Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Após acidente em barragem, Pindamonhangaba fica sem água

São Paulo

Após acidente em barragem, Pindamonhangaba fica sem água

Rejeitos de mineração afetaram rio Paraíba do Sul; São José dos Campos também teve o abastecimento prejudicado;

0

O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2016 | 15h14

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - A população de Pindamonhangaba ficou sem água por causa do acidente na barragem de reiejtos de mineração de area no rio Paraíba do Sul, ocorrido na sexta-feira, 5. A mancha formada pela lama com areia, alumínio e ferro impede o abastecimento de aproximadamente 160 mil moradores, que estão sem água desde o meio dia desta terça-feira, 9.

Segundo a Sabesp, empresa responsável pelo saneamento básico na cidade, não há previsão para a retomada do tratamento de água na cidade. Desde o acidente, na manhã de sexta, foram coletadas amostras de água em São José dos Campos, que também interrompeu o abastecimento e deixou a população sem água por dois dias, Taubaté e Pindamonhangaba. A segunda cidade não precisou parar o abastecimento devido à localização do reservatório onde é feito o tratamento.

A barragem se rompeu após o lançamento irregular dos rejeitos da mineradora em uma lagoa entre a cava e o rio Paraíba do Sul. O acúmulo de material provocou a elevação da lagoa e levou ao rompimento da barragem.

Multada inicialmente pela prefeitura de Jacareí em R$ 11 mil, a empresa mineradora Rolando Comércio de Areia, que segundo a Cetesb é a responsável pelo acidente, deve receber nesta quarta-feira, 10, as multas da agência ambiental do Governo do Estado.

A área da barragem atingida pelo acidente foi reconstruída pela mineradora no sábado, 6. Apesar do prejuízo dos moradores do Vale do Paraíba, de acordo com a Cetesb, os metais encontrados não oferecem riscos à fauna aquática e à saúde humana.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.