Recusa de Higienópolis em receber estação do metrô vira piada na internet

Recusa de Higienópolis em receber estação do metrô vira piada na internet

Assunto está entre mais comentados no Twitter e mobiliza Facebook; Linha Laranja foi reavaliada

Gabriel Pinheiro, Estadão.com.br

11 Maio 2011 | 15h27

SÃO PAULO - A recusa de Higienópolis em receber uma estação da Linha 6-Laranja do Metrô virou piada na internet. No Twitter, o assunto entrou entre os tópicos mais comentados desta quarta-feira, 11. "É tão fácil resolver problema, gente: faz uma entrada social e uma de serviço", escreveu a usuária Luisa Tieppo (@lutieppo) em seu perfil no site.

 

Internautas de outros estados também comentaram. "Tragam o metrô de Higienópolis para Fortaleza! É urgente", postou Henrique Araújo (OskarSays). "Em Florianópolis, metrô seria salvação. Em Higienópolis, o povo não quer. Mundo doido", disse Alessandro Bonassoli (@Alebonassoli).

 

Circula ainda no Facebook um convite para um "churrasco para gente diferenciada em frente ao Shopping Higienópolis". O objetivo é "mostrar que os ricos não chegam aos pobres, mas os pobres, sim, facilmente chegam aos ricos", segundo o texto de descrição do evento, que convida os internautas a levar "farofa, carne de gato, cachorro, papagaio e som portátil". Piada ou não, até as 22h mais de 24 mil pessoas já haviam confirmado presença no ato, marcado para o sábado, 14.

 

Desde 2010, um abaixo-assinado intitulado Defenda Higienópolis reúne assinaturas na internet contra a construção da estação no local, entre a Avenida Angélica e Rua Sergipe. Hoje, o Metrô anunciou que está "reavaliando a localização da futura Estação Angélica", mas ressalta que o motivo para a mudanças nos planos é um "melhor equilíbrio da linha", não a pressão dos moradores.

 

Segundo a Companhia do Metropolitano de São Paulo, a parada ficaria "a apenas 610 metros da futura Estação Higienópolis-Mackenzie e a 1.500 metros da futura Estação PUC-Cardoso de Almeida". Com isso, a obra deve passar para a região do Estádio do Pacaembu. O Metrô disse que "estuda melhor localização de uma nova estação que atenda à Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Av. Higienópolis e Praça Vilaboim". A definição da nova localização depende da conclusão de "estudos geotécnicos."

 

O texto do abaixo-assinado argumenta que um possível crescimento do fluxo de pessoas trazido pela nova estação geraria "um aumento de ocorrências indesejáveis, afetando a qualidade de vida dos moradores que estão acostumados a andar a pé." Além disso, afirma que a obra poderia provocar um "aumento natural do comércio ambulante e, pelo tamanho previsto da Estação Angélica, pode virar um camelódromo e degradar o entorno."

 

'Parte da democracia'. O presidente da associação Defenda Higienópolis, o empresário Pedro Ivanow, comemorou a decisão. "Um dos pontos que a associação levantou era a pouca distância entre uma estação e outra. Higienópolis não é contra o metrô, mas queria entender isso. Foi um movimento de esclarecimento", destacou. Para ele, as piadas e os protestos organizados na internet são "parte da democracia". Ivanow avalia como "extremamente positivo" o movimento dos internautas pedindo paradas em seus bairros depois da recusa de Higienópolis. "O metrô é uma necessidade enorme que a cidade tem, principalmente nas regiões periféricas."

 

Em meio à polêmica, ainda surgiu na rede um abaixo-assinado a favor da Estação Angélica. O texto diz que a decisão do Metrô foi "preconceituosa" e destaca que a obra é "desejo de milhões de paulistanos."

 

A licitação para as obras de construção da Linha 6-Laranja deve ser feita em 2013, com a conclusão prevista para 2017. Chamada de "linha das universidades", o trajeto terá 13,5 quilômetros de extensão divididos em 14 estações, ligando a Zona Norte ao Centro, da Estação Brasilândia até a Estação São Joaquim. Passará por bairros como Liberdade, Bela Vista, Higienópolis, Perdizes, Pompeia, Freguesia do Ó e Vila Brasilândia. / COLABOROU SOLANGE SPIGLIATTI

 

Veja também:

som Estadão ESPN - Metrô: Protesto não influenciou mudança

video TV Estadão: Moradores opinam sobre estação no local

linkLinha deve chegar até a Rodovia dos Bandeirantes

blog CHACRA: 5ª Avenida tem metrô; Av. Angélica, não

blog Flávia Guerra: Churrascão da Gente Diferenciada

 

Texto atualizado às 22h.

Mais conteúdo sobre:
Metrô Higienópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.