Rapto de mulher de traficante pode ter motivado reação

O sequestro da mulher de um traficante por PMs pode ter motivado o ataque à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), na favela Nova Brasília, na noite de anteontem. Essa é uma das linhas de investigação das equipes de inteligência da PM. O crime teria sido cometido por policiais que não estão lotados na UPP.

O Estado de S.Paulo

25 Julho 2012 | 03h01

Os ataques a PMs nas regiões de UPP não são raros. No mais grave, até o de anteontem, o soldado Alexcsandro Fávaro, de 31 anos, ficou tetraplégico, em setembro do ano passado.

"A instalação de UPPs não está livre de problemas. Acredito que esse episódio não tenha sido um confronto rotineiro", disse a socióloga Julita Lemgruber, do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC). / CLARISSA THOMÉ e FÁBIO GRELLET

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.