Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Queda de helicóptero na Lapa, zona oeste, deixa dois mortos

Passageiros morreram, de acordo com o Corpo de Bombeiros; aeronave decolou às 9h19 do Campo de Marte

Caio do Vale, Felipe Tau, Gheisa Lessa e Juliana Deodoro,

11 Julho 2012 | 10h42

atualizado às 12h32

SÃO PAULO, 11 - Um helicóptero com duas pessoas caiu sobre o telhado de um  galpão na Rua Guaicurus, na Lapa, zona oeste da cidade, às 10h23 desta quarta-feira, 11. Os tripulantes, dois pilotos, morreram no local.

Denis Frank Tomazi, de 32 anos, e Mailson Rocha Lopes, de 22, partiram do Campo de Marte, na zona norte, às 9h19, e faziam um voo de instrução para que um deles mudasse de patente - não foi informado qual deles seria. Ao cair, o helicóptero, do modelo Robinson 22, rompeu o teto de zinco e despencou por cerca de 8 metros.

No momento da queda, havia 20 funcionários trabalhando na fábrica, uma transportadora, mas ninguém se feriu, segundo o coronel Jair Paca de Lima, coordenador geral da Defesa Civil da cidade.

A aeronave pertence à Master Escola de Aviação Civil, mais conhecida como Go Air. A escola afirmou que emitirá uma nota oficial. A Infraero não informou o prefixo do helicóptero.

O acidente foi ao lado da Linha 7 - Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), perto da Estação Água Branca. O funcionamento da linha, no entanto,  não foi interrompido em nenhum momento.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), não há interferências no trânsito na região.

Investigação. A Aeronáutica informou que já enviou uma equipe para o local do acidente. Outra equipe, da Polícia Científica, pertencente à Polícia Civil, também foi enviada ao endereço.

Mais conteúdo sobre:
Queda de helicóptero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.