Quadrilha invade cidade e explode agência bancária em Borborema

Uma viatura da PM que fazia patrulhamento foi atingida, teve os vidros quebrados, mas ninguém ficou ferido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2018 | 20h02

SOROCABA - Criminosos explodiram três caixas eletrônicos de uma agência do banco Santander, na madrugada deste sábado (6), em Borborema, interior de São Paulo. A força da explosão destruiu também o prédio da agência, na região central da cidade de 15,4 mil habitantes. Os integrantes da quadrilha fizeram disparos contra a base da Polícia Militar e houve reação. Uma viatura da PM que fazia patrulhamento foi atingida, teve os vidros quebrados, mas ninguém ficou ferido. 

Os tiros estilhaçaram a porta de vidro de uma loja infantil localizada ao lado da agência. Os criminosos invadiram o local e levaram roupas e calçados infantis. Eles também estouraram a porta de entrada de uma agência da Caixa Econômica Federal, mas não chegaram a explodir os caixas. O bando fugiu de carro, mas o valor que levaram não foi informado. A PM mobilizou viaturas de cidades da região, na tentativa de cercar os criminosos. Ninguém tinha sido preso até o início da tarde. 

Fumaça. Em Sorocaba, criminosos tentaram estourar uma agência do Santander no Jardim Vergueiro, na madrugada deste sábado (6), mas o alarme foi acionado e o sistema antifurto encheu o local de fumaça. Os suspeitos acabaram fugindo sem consumar o roubo. Antes, eles tinham usado um maçarico para arrombar a porta da agência, na Avenida Comendador Pereira Inácio, próxima do centro. Moradores que ouviram o alarme e viram a fumaça saindo do banco avisaram a Polícia Militar. Ninguém foi preso. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.