Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Quadrilha faz arrastão e fica por 2 horas e meia em prédio de SP

Edifício, recém-construído na zona sul da cidade, ainda não possui circuito interno de TV

AE

09 Abril 2009 | 04h38

Um bando, armado de pistolas e metralhadoras e formado, segundo a polícia, por pelo menos 10 homens, permaneceu, na noite de quarta-feira, por cerca de 2 horas e meia no interior do Condomínio Visage, prédio residencial de alto padrão, de 26 andares, na Rua Doutor Ferreira Lopes, na Vila Sofia, região do Campo Grande, na zona sul de SP.

 

Às 18h30, após parte dos bandidos render o porteiro, que foi obrigado a permitir a entrada dos demais criminosos, a quadrilha dominou o zelador e pelos menos 15 moradores. Todos foram mantidos reféns na cozinha privativa para funcionários. Não se sabe ainda quantos apartamentos foram invadidos. As investigações serão dificultadas, pois o prédio, recém-construído, ainda não possui circuito interno de TV.

 

Segundo os moradores, alguns apartamentos ainda estão vagos. Uma das vítimas chegou a afirmar para a Polícia Militar que o bando teria até 25 homens. Na fuga, os criminosos levaram um Vectra de um dos condôminos. Foram levados, dos imóveis e das vítimas, celulares, dinheiro, joias, documentos e aparelhos eletroeletrônicos em geral.

 

Parte das vítimas chegou a prestar depoimento no 99º Distrito Policial, do Campo Grande. Policiais militares da 1ª Companhia do 22º Batalhão, acionados após a fuga dos criminosos, não haviam capturado nenhum suspeito até as 2h45 desta quinta-feira.

Mais conteúdo sobre:
ARRASTÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.