'Pude sentir um milésimo do que passaram meus vizinhos'

DEPOIMENTO

Kelly Lima, depoimento, O Estado de S.Paulo

10 Abril 2010 | 00h00

Repórter da "Agência Estado"

Longe do mar e da novela das oito, Santa Teresa acaba sendo conhecido apenas pelos turistas que se aventuram no bondinho por suas ladeiras bucólicas, que levam a ateliês e restaurantes deliciosos. Esta semana, o bairro que escolhi para chamar de meu desde que vim morar no Rio, oito anos atrás, apareceu no noticiário de forma trágica. Foi lá, no Morro dos Prazeres, cuja entrada fica a menos de 20 metros do meu condomínio, que ocorreu um dos maiores deslizamentos.

Os porteiros do prédio, zelador, faxineiras, todos são daquela comunidade. Eu mesma já dei aula ali em oficinas de texto e fotografia. Mas, além do envolvimento emocional, pude sentir um milésimo do que passaram meus vizinhos do morro.

Além da falta de energia, não há água. O cenário ainda é caótico. Os destroços de uma casa antiga que costumava admirar pelo seu flamboyant florido e os gatos na porta me lembram que as coisas estão longe de voltar ao que eram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.