Presos 2 suspeitos de tentar roubar casa de juiz em SP

Adolescentes de 16 e 17 anos invadiram local quando mulher do magistrado chegava de carro

Ricardo Valota, Central de Notícias

25 Novembro 2009 | 08h54

A residência de um juiz foi invadida ontem, por volta das 22 horas, por dois supostos assaltantes na região do Horto, zona norte de São Paulo. A esposa do magistrado chegava de carro em casa quando foi abordada por dois adolescentes, de 16 e 17 anos, armados com dois revólveres calibre 32. O portão automático da garagem já havia sido acionado pela vítima, que decidiu acelerar. O veículo acabou preso sob o portão, deixando espaço para a entrada da dupla.

Ao notarem que dois pedestres passavam em frente à residência, os suspeitos renderam as testemunhas, que foram obrigadas a entrar na casa também. O juiz não estava naquele momento. Um vizinho ligou para a Polícia Militar (PM). Viaturas do 43º Batalhão cercaram o imóvel no momento em que os dois criminosos deixavam o local, com bolsas, celulares e outros objetos.

O juiz, segundo os policiais, sem saber que a casa havia sido invadida, chegou quase que simultaneamente à polícia. A mulher do magistrado, durante os cinco minutos em que ficou refém dos adolescentes, foi agredida a chutes e coronhadas. Levada ao pronto-socorro, foi medicada e liberada para prestar depoimento no 9º Distrito Policial (DP), do Carandiru.

Os dois adolescentes, que já têm passagem pela Fundação Casa, antiga Febem, retornarão para a instituição. As duas testemunhas rendidas em frente à residência também prestaram depoimento e foram liberadas pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
assalto a casa SP juiz Hortoflorestal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.