Preso por pedofilia irmão do humorista Mução

Bruno Vieira Emerenciano, irmão do radialista e humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, o Mução, foi preso ontem em Fortaleza. Bruno confessou ter se passado por Mução e usado seu login e sua senha na internet para compartilhar fotos e material de pedofilia. A prisão de Bruno foi feita pela Polícia Federal 23 dias depois de ele ter confessado o crime. Mução chegou a ser preso no fim do mês passado. Ele ficou dois dias na prisão e foi solto após a confissão do irmão.

LAURIBERTO BRAGA , ESPECIAL PARA O ESTADO , FORTALEZA, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2012 | 03h01

Segundo a PF, Bruno não foi preso quando confessou o crime, porque não houve flagrante. Mas agora há elementos suficientes para sua prisão. Logo após ser detido em Fortaleza, ele foi transferido para a carceragem da PF em Recife, onde corre o processo sobre a formação de rede internacional de pedofilia.

A investigação da PF aponta que partiam dos computadores do escritório de Mução em Fortaleza as imagens com conteúdo de pedofilia e esse material era distribuído por Bruno. Por isso, a 13.ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco atendeu ao pedido da PF e decretou a prisão temporária do irmão do comediante.

Interpol. No fim do mês passado, a Operação Dirty Net resultou na prisão de 32 pessoas em nove Estados. A PF também pediu a ajuda da Interpol para a investigação de 97 estrangeiros que estariam envolvidos na rede.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.