Preso em Suzano suspeito de integrar rede de pedofilia

Segundo investigações, casa de técnico em informática era usada para encontros; grupo agia em sete países

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

25 Novembro 2009 | 18h22

Um técnico em informática de 48 anos foi preso na manhã desta quarta-feira, 25, em Suzano, na Grande São Paulo, por suspeita de envolvimento com um rede de pedofilia com ramificações em sete países.

 

Segundo o Ministério Público Estadual, a casa do suspeito era usada para encontros entre pedófilos e menores de idade. Ele convidava as vítimas para jogar videogame e a usufruir da piscina da casa. Equipamentos de informática e documentos foram apreendidos na residência do técnico. As investigações começaram há três meses após uma denúncia anônima.

 

Pelo menos seis vítimas, todas menores de idade e de famílias carentes, prestavam depoimento na tarde de hoje. O técnico em informática poderá ser acusado por exploração sexual de menores, formação de quadrilha e corrupção de menores.

Mais conteúdo sobre:
pedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.