Prefeitura faz mutirão em bairros que concentram 40% dos casos de dengue em SP

Mapeamento da Secretaria Municipal de Saúde mostrou ligação entre crescimentos de casos na capital com surto no interior, diz secretário

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

12 Abril 2014 | 15h23

SÃO PAULO - Cerca de 350 agentes do Controle de Zoonoses da Prefeitura de São Paulo fizeram na manhã deste sábado, 12, um mutirão nos bairros Jaraguá, na zona norte, e Lapa e Rio Pequeno, na zona oeste, contra o surto de dengue que atinge a cidade. O total de casos na cidade em março foi 42% maior do que no mesmo mês do ano passado, atingindo 1.745 casos.

Os bairros do mutirão concentram cerca de 40% desse total de ocorrências, segundo disse o secretário municipal de Saúde José de Filippi Junior. "Fizemos um mapeamento e verificamos que o surto nesses bairros pode ter ligação com casos que estão ocorrendo nas cidades da região de Campinas. Lá, o surto está muito grande. Como esses bairros são ligados à Campinas pela Rodovia Anhanguera, deve haver uma ligação que favorece a vinda da doença para cá", afirmou. "Se não fossem esses três bairros, a cidade teria 10% menos casos do que no ano passado", completou.

Segundo esse mapeamento, pessoas que adquiriram a doença no interior poderiam estar sendo picadas por mosquitos aqui. Os insetos, então, estariam retransmitindo a dengue para os demais paulistanos.  "Só em uma transportadora, que atua nas ruas cidades, há 80 pessoas infectadas", disse.

O mutirão continuará sendo feito neste domingo.

 

Mais conteúdo sobre:
são paulo dengue jaraguá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.