Reprodução
Reprodução

Prefeitura de SP alerta para fraude do boleto do IPTU

Contribuintes se queixam de receber cobrança falsa semelhante à oficial; golpe também é aplicado na internet

Júlia Marques, O Estado de S. Paulo

16 Dezembro 2016 | 18h20

A chegada de um boleto falso de cobrança de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) tem causado dúvidas entre os paulistanos. O papel é impresso a cores e simula as cobranças normais do imposto em São Paulo. Apesar de o número do contribuinte ser falso, todas as demais informações, como endereço, nome e até número do CPF correspondem ao destinatário. 

Por causa da frequência das queixas, a Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico publicou um alerta de que se trata de um golpe. Segundo a pasta, "o suposto documento, com cores e logotipos iguais ao da Prefeitura de São Paulo, chega como correspondência para o contribuinte, que, sem duvidar a princípio, realiza o pagamento normalmente e só passa a descobrir que foi vítima de um golpe quando recebe comunicados oficiais, alertando débitos em aberto com o Município".

Frases como "Reajuste do IPTU parcela única" são usadas nos boletos falsos e podem ser verificadas pelos contribuintes para detectar a fraude. "Uma outra maneira de o contribuinte identificar se o documento é verídico ou não é verificar se consta o campo com a situação de pagamento. Se não constar, é falso. Porém, se constar, é necessário verificar se está coerente com o que foi pago nos outros meses. Vale lembrar que essa situação só é válida para as parcelas mensais, já que a notificação de lançamento inclui apenas a primeira parcela e a data de vencimento", explica o subsecretário da Receita Municipal, Wagner Alexandre Damazio de Freitas.

Internet. De acordo com a Secretaria, o golpe também é aplicado pela internet, por meio de links falsos como www.tributos-saopaulo-gov.com.br e www.iptu-sao-paulo-gov.com.br. A Prefeitura informa que já pediu o cancelamento destes domínios e pede ainda que os contribuintes não procurem por 2ª via de IPTU em sites de busca como o Google para evitar que sejam direcionados a domínios falsos.

A Prefeitura também disse que está tomando as providências necessárias com a Polícia Civil e o Ministério Público para apurar e punir os responsáveis pelas fraudes. Agentes financeiros também estão sendo notificados, segundo a administração municipal, sobre as cobranças indevidas, a partir das denúncias recebidas pela Secretaria de Finanças. 

Para evitar cair em golpes, a Prefeitura orienta que os contribuintes analisem com cuidado os boletos que recebem em casa. Em caso de dúvida sobre a veracidade do boleto, o contribuinte deve enviar um e-mail para ni@prefeitura.sp.gov.br ou solicitar a segunda via apenas nas Subprefeituras ou pelo endereço eletrônico oficial: www3.prefeitura.sp.gov.br/iptusimp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.