Prefeitura confirma criação de segundo hospital público para cães e gatos de São Paulo

Espaço funcionará na zona norte e custará aproximadamente R$ 600 mil por mês e será gerido por mesma entidade que administra o do Tatuapé

Artur Rodrigues,

05 Junho 2013 | 17h42

 A Prefeitura de São Paulo confirmou ontem a criação de um segundo hospital público para cães e gatos na cidade. O espaço deve ficar em um terreno a ser definido na zona norte. 

"É um projeto que deu certo e terá características semelhantes. A determinação é que no segundo semestre ele esteja em operação, então, ainda este ano vai estar em operação", disse o prefeito Fernando Haddad (PT). 

O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Ricardo Teixeira (PV), afirmou que o primeiro hospital já está operando na capacidade máxima. "O do Tatuapé (na zona leste) atende 100 animais por dia. Ainda não posso falar se o novo será um pouco maior, um pouco menor, que está sendo estudado de acordo com a demanda da região", disse Teixeira. 

Ele afirmou que o espaço será gerido pela mesma instituição que administra o hospital para animais do Tatuapé, a Anclivepa-SP.O custo mensal do equipamento é de R$ 600 mil. A estimativa é que a nova unidade tenha custo similar. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.