Por dentro da Igreja do Rosário

Por dentro da Igreja do Rosário

Antiga matriz da cidade, a Igreja do Rosário foi construída no século 19, com paredes de taipa de pilão. As diversas alterações que sofreu lhe deram um aspecto eclético, com predominância do estilo neogótico, com o interior cheio de afrescos. No fundo da igreja estão os túmulos de figuras importantes, como o barão de Paraitinga.

, O Estadao de S.Paulo

04 Abril 2010 | 00h00

O historiador Marcelo Toledo conta que, na verdade, a igreja foi construída em 1770, pelo avô do barão de Paraitinga, Antonio Domingos de Castro. Mais tarde, entre 1815 e 1830, o fazendeiro e comerciante João Medeiros de Barros bancou a primeira reconstrução.

Em 1921, o religioso italiano monsenhor Ignácio Gióia reconstruiu o templo na versão atual, curiosamente com a ajuda de Benedito de Souza Pinto, o Juca Teles, que virou o ícone do famoso carnaval luisense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.