Policial militar é baleado durante assalto na Marginal do Tietê

PM, que estava de folga no momento do crime, foi atingido no braço e precisou ser socorrido; ninguém foi preso

O Estado de S. Paulo

10 Dezembro 2014 | 08h22

Atualizada às 18h53

SÃO PAULO - Um policial militar foi baleado após uma tentativa de assalto na Marginal do Tietê, na região da Vila Maria, zona norte da capital paulista, na noite desta terça-feira, 9. Os criminosos conseguiram fugir e, até as 17h, ninguém havia sido preso.

Segundo a Polícia Civil, o capitão Eduardo Oliveira Santos, de 45 anos, do 2º Batalhão de Trânsito, estava no carro com sua esposa, quando um dos pneus estourou na altura da Ponte Imigrante Nordestino. Ao sair para verificar, ele teria sido abordado por quatro assaltantes, um deles armado. O capitão teria tentado sacar a arma, mas o criminoso atirou antes. O caso aconteceu por volta das 21h30.
" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Santos foi atingido por pelo menos três disparos, nos braços e na boca, e foi socorrido no Hospital Municipal Vereador José Storopolli, também na zona norte. Ele precisou ser submetido a cirurgia, mas, de acordo com a Polícia Militar, seu estado de saúde é estável e o capitão não corre risco de morte. A sua mulher não ficou ferida.

Após atirarem, os criminosos fugiram do local sem levar nada. O caso foi registrado como tentativa de roubo e tentativa de homicídio no 73º Distrito Policial (Jaçanã), mas depois foi encaminhado para o 90º DP (Parque Novo Mundo), que assumirá as investigações.

À Secretaria de Segurança Pública (SSP), o delegado José Antônio do Nascimento, titular do 90º DP, afirmou que vai ser instaurado um inquérito policial para apurar o caso. A Polícia Civil também tenta reunir imagens de câmeras de segurança e testemunhas para identificar os criminosos.      

Mais conteúdo sobre:
Violência São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.