Policial e ladrões trocam tiros na Av. Faria Lima

Dois assaltantes e um policial civil trocaram tiros ontem, ao meio-dia, na esquina da Avenida Brigadeiro Faria Lima com a Rua Pedroso de Morais, em Pinheiros, zona oeste. Houve pânico. Um suspeito foi baleado e outro conseguiu fugir.

Camilla Haddad, O Estado de S.Paulo

10 Abril 2010 | 00h00

O fogo cruzado começou depois que dupla abordou um empreiteiro de 40 anos, que havia sacado R$ 2 mil em um banco na Praça Panamericana, no Alto de Pinheiros. Ele foi seguido até um estacionamento particular na Faria Lima, onde foi atacado.

A vítima afirmou à polícia que, ao entrar no estacionamento, viu os criminosos em duas motos. Um deles desceu e exigiu exatamente o valor sacado. "Foi um susto grande. Há dois anos passei por um sequestro relâmpago e recentemente um funcionário da empresa foi roubado quando saiu do banco", contou.

De acordo com o relato do empreiteiro, um policial civil presenciou a ação, tentou prender os ladrões e atirou. Vigilantes de dois restaurantes localizados na mesma via também dispararam. A vidraça de uma farmácia foi atingida por um tiro. Um suspeito foi atingido seis vezes, a maioria na perna, e foi preso após ser levado ao Hospital das Clínicas.

Susto. Testemunhas disseram que no momento do tiroteio o trânsito tinha pontos de lentidão e alguns motoristas entraram em pânico. O comerciante Ricardo Forte, de 50 anos, dono de um restaurante ao lado do estacionamento, disse que ouviu nove tiros. Seus funcionários se esconderam nos fundos do imóvel. "Pensei que fosse escapamento de algum carro. Nunca vi algo parecido como hoje (ontem)", contou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.