Policiais civis são presos por extorsão na zona norte de SP

Denúncia anônima levou Corregedoria ao local onde agentes pediam R$5 mil a um preso em flagrante para não deter sua companheira

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

22 Abril 2010 | 15h51

Dois policiais civis do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) foram presos por volta das 22h30 de terça-feira, 20, por suspeita de extorquirem um suspeito de tráfico de drogas na Avenida Roland Garros, na Vila Gustavo, zona norte de São Paulo.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, policiais da Corregedoria receberem uma denúncia anônima sobre um caso de extorsão e decidiram seguir para o local denunciado, onde encontraram o investigador Ivair Donizete de Paula, de 45 anos, e o policial civil Marcelo Rosa Pinto, de 33, com dois suspeitos de tráfico de drogas.

 

Os policiais afirmaram que efetuaram as prisões em flagrante e aguardavam um suposto comprador da droga, porém não souberam explicar o motivo de não terem apresentado a ocorrência na delegacia.

 

Questionado pelos policiais da Corregedoria, o desempregado Caio Gomes Almeida, de 25, afirmou que os policiais pediram R$ 5 mil para que sua companheira, uma estudante de 19 anos, não fosse detida. Apesar disso, ele confessou ser o proprietário dos 972 gramas de cocaína apreendidos pelos policiais.

 

A estudante confirmou a versão de Almeida. Com isso, os envolvidos foram presos e encaminhados para o plantão da Corregedoria. Os documentos, as armas e o veículo usados pelos policiais foram apreendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.