José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Polícia terá 1,6 mil homens e 349 bafômetros nas estradas de SP

PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40 e poderá ter o veículo apreendido, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por um prazo de 12 meses

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

16 Abril 2014 | 19h10

SOROCABA - A Polícia Militar Rodoviária terá 1,6 mil policiais em 700 viaturas para fiscalizar a malha paulista durante os feriados da Páscoa e Tiradentes. Na operação, que tem início às 14 horas desta quinta-feira, 16, os policiais terão à disposição 349 bafômetros para realizar testes de embriaguez em motoristas abordados durante a fiscalização ou em caso de acidentes.

velocidade nas rodovias será aferida por meio de 61 radares móveis inteligentes - que podem ser utilizados com a viatura em movimento -, 125 radares portáteis e 93 fixos, além de sistemas integrados às câmeras de monitoramento. A operação vai até a meia-noite desta segunda-feira, 21.

O policiamento vai contar também com helicópteros do Grupamento de Radiopatrulha Aérea e das bases regionais da Polícia Rodoviária. Pode ainda ser requisitado o apoio de aeronaves da Polícia Militar. Os radares móveis são equipados com sistemas que leem automaticamente as placas dos carros. O levantamento da situação do veículo é feito instantaneamente, permitindo a abordagem de veículos em situação irregular, até mesmo em casos de furtos.

A PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40, e poderá ter o veículo apreendido, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por um prazo de 12 meses. O condutor ainda responderá criminalmente, podendo ser condenado a pena de seis meses a três anos de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.