Polícia procura bomba em agência bancária assaltada em SP

Suspeita-se que assaltantes tenham deixado artefato explosivo antes de tentarem fugir; dois foram presos

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

25 Novembro 2009 | 19h55

A polícia suspeita que assaltantes colocaram um artefato explosivo na agência do banco Santander na Avenida do Cursino, no Jardim Saúde, zona sul da capital paulista, na tarde desta quarta-feira, 25, antes de tentarem fugir. Agentes do Grupo de Apoio Tático Especial (Gate) foram encaminhados para o local para apurar a ocorrência.

 

A agência foi invadida por volta das 18 horas por três assaltantes. Segundo a Polícia Militar, eles mantiveram cerca de 15 pessoas como reféns. Ninguém ficou ferido. Dois dos assaltantes foram detidos. Com eles a polícia apreendeu dois revólveres. A PM realiza uma varredura na região à procura do terceiro integrante do bando.

Mais conteúdo sobre:
SP violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.