1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Polícia prende 'maníaco da faca' da zona sul

- Atualizado: 15 Janeiro 2016 | 15h 58

Porteiro é suspeito de ter cometido ao menos 15 roubos, parte deles seguido de estupro; homem atacava jovens com o objeto cortante

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 14, um homem suspeito de ter cometido uma série de estupros e assaltos na região de Cidade Ademar, na zona sul da capital. O porteiro Zaqueu Santos Ribeiro, de 28 anos, conhecido como "maníaco da faca", teve a prisão decretada. A polícia acredita que ele seja autor de pelo menos 15 roubos, parte deles seguidos de violência sexual. 

De acordo com o delegado assistente do 80º Distrito Policial (Vila Joaniza) Gabriel Hartfiel, Ribeiro atacava mulheres de 17 a 25 anos, sempre no período da manhã, entre 5h30 e 6h30. Com uma faca, ele as assaltava e em seguida, tentava estuprá-las.  Segundo o Hartfiel, o homem já reconheceu ter cometido três estupros, além de dois assaltos. 

As investigações foram feitas pelo 80º DP (Vila Joaniza) 

As investigações foram feitas pelo 80º DP (Vila Joaniza) 

Em entrevista à TV Globo, uma das vítimas disse que ele pedia o celular antes de atacá-las. "Eu estava indo para a escola, quando ele me abordou e pediu meu celular. Pediu a senha e mexeu um pouco no aparelho. Então, ele me mandou embora, correr. Eu corri e ele me pegou de novo", disse uma adolescente de 17 anos ao canal. Ele ficava com a faca na região do pescoço e do peito. Ele levantou a faca como se fosse rasgar a minha roupa e eu comecei a chorar. Pedi pelo amor de Deus que não fizesse nada comigo”, relatou outra jovem à emissora.   A jovem relatou que precisou mudar de cidade com a mãe. 

Segundo o delegado, o homem é casado e tem três filhas. A mulher disse à polícia que nunca desconfiou das ações do marido. De acordo com Hartfiel, o criminoso não demonstrou arrependimento. "Estava sereno, calmo. Em nenhum momento ele demonstrou estar nervoso ou afoito", disse. 

Para chegar até o porteiro os policiais rastrearam um dos celulares roubados por Ribeiro. "Ele habilitou uma linha telefônica com o CPF dele", explicou o delegado. O homem foi detido em casa. No local foram apreendidas duas facas e seis celulares que teriam sido roubados.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX