Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Polícia prende 'maníaco da faca' da zona sul

São Paulo

Google Street View/Reprodução

Polícia prende 'maníaco da faca' da zona sul

Porteiro é suspeito de ter cometido ao menos 15 roubos, parte deles seguido de estupro; homem atacava jovens com o objeto cortante

0

O Estado de S.Paulo

15 Janeiro 2016 | 12h30

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 14, um homem suspeito de ter cometido uma série de estupros e assaltos na região de Cidade Ademar, na zona sul da capital. O porteiro Zaqueu Santos Ribeiro, de 28 anos, conhecido como "maníaco da faca", teve a prisão decretada. A polícia acredita que ele seja autor de pelo menos 15 roubos, parte deles seguidos de violência sexual. 

De acordo com o delegado assistente do 80º Distrito Policial (Vila Joaniza) Gabriel Hartfiel, Ribeiro atacava mulheres de 17 a 25 anos, sempre no período da manhã, entre 5h30 e 6h30. Com uma faca, ele as assaltava e em seguida, tentava estuprá-las.  Segundo o Hartfiel, o homem já reconheceu ter cometido três estupros, além de dois assaltos. 

Em entrevista à TV Globo, uma das vítimas disse que ele pedia o celular antes de atacá-las. "Eu estava indo para a escola, quando ele me abordou e pediu meu celular. Pediu a senha e mexeu um pouco no aparelho. Então, ele me mandou embora, correr. Eu corri e ele me pegou de novo", disse uma adolescente de 17 anos ao canal. Ele ficava com a faca na região do pescoço e do peito. Ele levantou a faca como se fosse rasgar a minha roupa e eu comecei a chorar. Pedi pelo amor de Deus que não fizesse nada comigo”, relatou outra jovem à emissora.   A jovem relatou que precisou mudar de cidade com a mãe. 

Segundo o delegado, o homem é casado e tem três filhas. A mulher disse à polícia que nunca desconfiou das ações do marido. De acordo com Hartfiel, o criminoso não demonstrou arrependimento. "Estava sereno, calmo. Em nenhum momento ele demonstrou estar nervoso ou afoito", disse. 

Para chegar até o porteiro os policiais rastrearam um dos celulares roubados por Ribeiro. "Ele habilitou uma linha telefônica com o CPF dele", explicou o delegado. O homem foi detido em casa. No local foram apreendidas duas facas e seis celulares que teriam sido roubados.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.